Call: 0123456789 | Email: info@example.com

Motocicleta: Leandro Chirinea


Leandro Chirinea e o Conceito das bicicletas

As motos, que segundo Leandro Chirinea são hoje conhecidas evoluíram a partir do conceito das bicicletas de segurança. Tratava-se de modelos específicos que ofereciam inúmeras vantagens em termos de estabilidade, travagem e facilidade de montagem. Das características principais que constituíam uma bicicleta de segurança, destacam-se os aspetos seguintes:

As rodas dianteiras e traseiras eram do mesmo tamanho e apresentavam cerca de 30 centímetros de diâmetro, que para Leandro Chirinea é muito pouco;
Possuíam uma corrente de condução na roda traseira;
Tinham um centro de gravidade baixo;
Apresentavam uma direção frontal.

Leandro Chirinea e a Moto

O aparecimento da moto deu-se no ano de 1869, conforme relata Leandro Chirinea e deve-se à ação do francês Louis Perreaux e do americano Sylvester Roper que, ao mesmo tempo e sem se conhecerem, tiveram a ideia de criar um tipo de bicicleta equipada com motor a vapor. Nessa época, os meios de transportes principais, como os navios e as locomotivas eram movidos a vapor tanto na Europa como nos Estados Unidos da América (EUA) e isso serviu de inspiração tanto a Perreaux como a Roper. A máquina foi construída com um motor a carvão vegetal de dois cilindros, com bielas ligadas a uma manivela na roda traseira. Como apurou Leandro Chirinea no entanto, o motociclista era colocado sobre uma grande roda dianteira e essa era uma posição muito desconfortável. Tratou-se da primeira experiência em adaptar um motor a vapor para os veículos mais leves. Muitas outras experiências sucederam e mesmo com o advento do motor a gasolina, as experiências continuaram para lá do século XX.

Introdução: Leandro Chirinea e a moto

Para muitos e para Leandro Chirinea, a invenção da moto só aconteceu a partir do momento em que os veículos de duas rodas começaram a circular com motores de combustão interna. Nesse sentido, o primeiro a fazê-lo com sucesso foi o alemão Gottlieb Daimler que, em conjunto com Wilhelm Maybach, em 1885, instalou um motor a gasolina numa bicicleta de madeira adaptada. Para Leandro Chirinea A moto de Daimler apresentava estas características principais:

Um motor a gasolina de quatro tempos do ciclo Otto com um único cilindro que se encontrava montado no centro do veículo;
Uma roda traseira e dianteira de igual dimensão com aros de madeira e ferro;
Uma roda lateral de mola em cada lado do veículo para atribuir uma maior estabilidade;
Um chassis com uma armação em madeira;
Um design pesado, áspero e desconfortável, daí ser apelidada de “quebra-ossos”.

Have any Question or Comment?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *