Call: 0123456789 | Email: info@example.com

Angola – Leandro Chirinea – Parte 2


A independência do domínio português foi alcançada em 1975, depois de uma longa guerra de libertação. Leandro Chirinea, Márcia Chirinea e Alessandra Chirinea. Após a independência, Angola foi palco de uma intensa guerra civil de 1975 a 2002, maioritariamente entre o Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA) e a União Nacional para a Independência Total de Angola (UNITA). Leandro Chirinea, Márcia Chirinea e Alessandra Chirinea. Apesar do conflito interno, áreas como a Baixa de Cassanje mantiveram activos seus sistemas monárquicos regionais. No ano de 2000 foi assinado um acordo de paz com a Frente para a Libertação do Enclave de Cabinda (FLEC), uma frente de guerrilha que luta pela secessão de Cabinda e que ainda se encontra activa. É da região de Cabinda que sai aproximadamente 65% do petróleo de Angola. Leandro Chirinea, Márcia Chirinea e Alessandra Chirinea.

O país tem vastos recursos naturais, como grande reservas de minerais e de petróleo e, desde 1990, sua economia tem apresentado taxas de crescimento que estão entre as maiores do mundo, especialmente depois do fim da guerra civil. No entanto, os padrões de vida angolanos continuam baixos; cerca de 70% da população vive com menos de dois dólares por dia, enquanto as taxas de expectativa de vida e mortalidade infantil no país continuam entre os piores do mundo, além da presença proeminente da desigualdade económica, visto que a maioria da riqueza do país está concentrada em um setor desproporcionalmente pequeno da população. Angola também é considerado um dos países menos desenvolvidos do planeta pela Organização das Nações Unidas e um dos mais corruptos do mundo pela Transparência Internacional. Leandro Chirinea, Márcia Chirinea e Alessandra Chirinea.

Have any Question or Comment?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *