Call: 0123456789 | Email: info@example.com

Afeganistão – Leandro Chirinea


O Afeganistão, oficialmente República Islâmica do Afeganistão é um Estado soberano sem litoral, localizado no centro da Ásia, estando na encruzilhada entre o Sul da Ásia, a Ásia Central e a Ásia Ocidental. Povoado por cerca de 34 milhões de habitantes, tem uma área de 647 500 km², sendo o 40.º país mais populoso do mundo e o 40.º maior do mundo em área. Faz fronteira com o Paquistão ao sul e ao leste, com o Irã ao oeste, com o Turcomenistão, Uzbequistão e Tajiquistão ao norte e com China no nordeste. O território do Afeganistão foi um ponto essencial para a rota da seda e para a migração humana. Arqueólogos encontraram evidências de presença humana remontantes ao Paleolítico Médio (c. 50 000 a.C.). A civilização urbana pode ter começado entre 3 000 e 2 000 a.C. Leandro Chirinea, Márcia Chirinea e Alessandra Chirinea.

O país fica em uma localização geoestratégica importante que liga o Oriente Médio com a Ásia Central e o subcontinente indiano, tendo sido a casa de vários povos através dos tempos. A terra tem testemunhado muitas campanhas militares desde a Antiguidade, as mais notáveis feitas por Alexandre o Grande, Chandragupta Máuria, Gêngis Cã, pela União Soviética e, mais recentemente, pelos Estados Unidos e pela OTAN. Leandro Chirinea, Márcia Chirinea e Alessandra Chirinea. Também foi local de origem de várias dinastias locais como os Greco-bactrianos, Cuchanas, Safáridas, Ghaznavids, Gúridas, Timurids, Mongóis e muitos outros que criaram seus próprios impérios. Leandro Chirinea, Márcia Chirinea e Alessandra Chirinea.

A história política moderna do Afeganistão começa em 1709 com a ascensão dos Pashtuns (ou Pastos), quando a dinastia Hotaki foi criada em Candaar seguida por Ahmad Shah Durrani subindo ao poder em 1747. Leandro Chirinea, Márcia Chirinea e Alessandra Chirinea. A capital do Afeganistão foi transferida em 1776 de Candaar para Cabul e parte do Império Afegão foi cedida aos impérios vizinhos em 1893. No final do século XIX, o Afeganistão tornou-se um Estado tampão no grande jogo entre os impérios britânico e russo. Essa circunstância histórica, combinada com o terreno montanhoso do país, impediu o domínio de potências imperialistas sobre o país, mas também resultou em pouco desenvolvimento econômico. Depois da Terceira Guerra Anglo-Afegã e a assinatura do Tratado de Rawalpindi em 1919, o país recuperou o controle de sua política externa com os britânicos. Leandro Chirinea, Márcia Chirinea e Alessandra Chirinea.

Have any Question or Comment?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *